Proteger recém-nascido não é frescura. Veja depoimento de uma mãe que quase perdeu seu filho.

By 08/05/2019Diversos
Publicidade

Proteger recém-nascido não é frescura. Veja depoimento de uma mãe que quase perdeu seu filho.
Vacinar e ficar longe de aglomerações são alguns dos cuidados necessários aos pequenos. Saiba mais

“Parem de beijar bebê que não é seu.” Essa foi a legenda que a mãe Rafaela Moreira, 33 anos, escreveu ao publicar no Facebook uma foto do filho recém-nascido repleto de erupções no rosto no começo do ano.

De acordo com o relato, que viralizou, ele contraiu herpes após ser beijado por uma visita, e teve de ser internado.

O caso chama a atenção para a fragilidade do sistema imune do bebê ao nascer. “Uma coisa é ter contato com a flora [bacteriana] da mãe, à qual ele já está habituado. Outra é ser exposto a microrganismos de pessoas estranhas.

Publicidade

Como o sistema imunológico ainda está se desenvolvendo, há o risco de o pequeno adquirir doenças mais graves”, alerta o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli. A dica, até a criança completar seu primeiro ciclo de vacinas, aos 3 meses, é que as visitas lavem as mãos antes de pegá-la e evitem tocar na mãozinha dela (que ela costuma levar à boca).

Também é necessário, pela mesma razão, ficar longe de aglomerações. Por isso, os passeios para lugares públicos só são liberados por muitos pediatras a partir do 4º mês.

Publicidade

Publicidade