Porque dá vontade de morder bebês fofos?

By 26/05/2017Filhos

Sabe quando você encontra um bebê muito fofo, gostoso, lindo demais e dá aquela vontade de apertar. Aquelas dobrinhas, resistir a vontade de dar umas mordidas é quase impossível. Lembra da Felícia quando ela olhava para os ratinhos e dizia violentamente: “vou te abraçar, te beijar e te apertar até não poder mais”. Confessa, já sentiu essa vontade não é mesmo?

A universidade de Yale, nos Estados Unidos, fez um estudo científico explicando o porquê das pessoas reagem de forma negativa na frente de algo tão positivo e doce que é um bebê. Na verdade, reagir assim é perfeitamente normal e explicado nessa pesquisa. Nosso cérebro quando encontra algo positivo (uma criança linda) regula as emoções e nivela os sentimentos com uma emoção negativa (vontade de apertar, amassar ou morder).

Essa é uma maneira que o cérebro encontrou para que as pessoas possam estabilizar novamente as suas emoções, através de uma expressão não tão boa.

Segundo a cientista da área de psicologia e líder da pesquisa, Oriana Aragon. “Elas parecem surgir quando estão dominadas por fortes emoções positivas.” De acordo com o estudo, o mecanismo funciona mais ou menos assim: você vê um bebê tão fofo e se enche de um sentimento enorme de adoração. Para estabilizar o corpo, depois de uma dose pesada de emoção, o cérebro manda reações adversas, com o objetivo de reequilibrar as emoções causadas por aquele excesso. O princípio é o mesmo para aquelas situações em que choramos de alegria e rimos de nervoso.

Os autores da pesquisa chegaram a esse resultado depois de reunir um grupo de participantes que viam imagens de bebês fofos e registravam suas emoções. Esse grupo pesquisado, ao invés de reagirem sorrindo ou emitindo sons de admiração como “Oinnnn” ou “Awwwwn”, a maioria das pessoas respondiam às imagens com palavras relacionadas à agressão, como “apertar”, “morder” e até “socar”. A conclusão do estudo sugeri que as pessoas que regulam seus sentimentos dessa maneira, usando expressões contrárias, têm mais facilidade de se recompor após viverem emoções extremas.

Então, se ao encontrar um bebê daqueles bem gostosos que dá vontade de esmagar e apertar, entenda que a sua reação é até normal e você não precisa se assustar com isso. Só se lembre que não pode machucar o bebê.

Karin Petermann

Author Karin Petermann

Sou mãe de duas crianças lindas, o Cauê com 7 anos e a Catarina de 2 anos de idade. Sou blogueira há 7 anos e escrevo porque acredito que a maternidade quando compartilhada se torna mais leve e divertida.

More posts by Karin Petermann

Join the discussion One Comment

Leave a Reply