Picos de crescimento do bebê: veja a tabela

By 06/10/2017Diversos, Filhos

Confira quando o bebê começa a se desenvolver e ter picos de crescimento

As mudanças que ocorrem após o nascimento do bebê são muitas, o que é comum devido ao seu crescimento. Porém, há ocasiões em que esse crescimento apresenta períodos de aceleração, que são conhecidos como picos de crescimento do bebê. Entenda o que significa e quando isso acontece com mais frequência.

Tabela picos de crescimento do bebê 

Durante os picos de crescimento, o bebê geralmente se torna mais agitado, acordando mais vezes durante a noite e apresentando uma necessidade de mamar por mais vezes. Isso acontece porque, durante esse período, ele precisa de uma quantidade maior de nutrientes para o seu crescimento.

leite materno passa a ser produzido de acordo com a necessidade do bebê e é importante que ele mame sempre que desejar nessa fase.

Período
7 – 10 dias
2 – 3 semanas
4 – 6 semanas
3 meses
4 meses
6 meses
9 meses

Vale lembrar que cada bebê tem o seu próprio ritmo de crescimento. Por isso, a tabela mostra os períodos mais aproximados.

Quanto tempo duram os picos de crescimento?

Cada pico de crescimento pode variar de bebê para bebê, mas costuma durar, em média, cerca de uma semana. Porém, há picos que podem durar apenas 2 dias e outros duram 10, por exemplo.

Picos de desenvolvimento do bebê    

Os picos (ou saltos) de desenvolvimento se manifestam quando o bebê passa por uma fase onde desenvolve algum tipo novo de habilidade, como, por exemplo: quando ele começa a sorrir, passa a ter mais coordenação motora, aprende a sentar e engatinhar, etc. Essas novas habilidades causam sensações que são desconhecidas pelo bebê e, por não compreender o que aconteceu, se sente inseguro e perdido.

Durante essa fase de adaptação, o bebê fica mais carente e, por esse motivo, começa a chorar mais do que costume,  onde ele acorda a cada ciclo de sono para treinar o que aprendeu durante o dia.

Há várias vezes em que o pico de crescimento e o salto de desenvolvimento acabam acontecendo ao mesmo tempo, o que faz essa fase ser mais cansativa para os pais.

Como saber se o bebê está passando por essas crises

Durante o pico de crescimento e desenvolvimento, o bebê pode querer apenas o colo da mãe, recusando o das outras pessoas. Por se sentir mais carente, pode buscar o colo da mãe de maneira constante, seja no período do dia ou da noite.

Outra mudança nessa fase é que ele pode mamar menos ou então acordar durante a noite para mamar. Ao fim da crise, o bebê demonstrará novas habilidades, como firmar a cabeça, sorrir, segurar objetos, etc.

Como ajudar o bebê a enfrentar os picos de crescimento

É preciso ter paciência nessas fases de pico do bebê, entendendo que, apesar de ser um processo natural, trata-se de um momento difícil para ele. Lembre-se que ele não está fazendo “birra” e precisa receber muito carinho, colo e, sobretudo, o amor dos pais.