Pessoas que não tomam o CAFÉ DA MANHÃ e que jantam perto da HORA de dormir, tem menos chance de SOBREVIVER a um “ataque cardíaco”

By 18/04/2019Diversos, Saúde
Publicidade

 

Pesquisadores da Universidade de São Paulo, acompanharam 113 pessoas, descobriram que as pessoas que frequentemente perdiam o café da manhã e que jantavam menos de duas horas antes de dormir, tinham menos probabilidade de sobreviver se sofressem um ataque cardíaco.

Os cientistas dizem que mudar a maior parte de consumo de alimentos para o início do dia é melhor. Isso dá ao corpo uma chance melhor para queimar as calorias e resulta em um equilíbrio hormonal mais saudável.

O estudo confirma o velho ditado, “Tome o café como um rei, almoce como um príncipe, e jante como um mendigo”

O estudo também revelou que pessoas que se alimentam bem pela manhã, tem menos probabilidade de fazer lanches durante o dia.

Os pesquisadores descobriram que 57% dos participantes pularam o café da manhã pelo menos três vezes na semana, 51% jantaram três vezes por semana, e 41% perderam o café da manhã e muito tarde a noite.

Eles descobriram que aquelas pessoas que perdiam a refeição matinal e que comiam duas horas antes de dormir tem de 4 a 5 vezes mais chances de morrer em um mês após o ataque cardíaco, ou sofriam um ataque repetido.

Os acadêmicos, que publicaram suas descobertas no European Journal of Preventive Cardiology, disseram que mudar a forma como as pessoas comiam será uma maneira fácil de melhorar sua saúde.

Publicidade

O líder do estudo, Dr. Marcos Minicucci, disse: “A nutrição é uma maneira relativamente barata e fácil de melhorar o prognóstico”.

Ele recomendou um intervalo mínimo de duas horas entre o jantar e a hora de dormir.

“Dizem que a melhor maneira de viver é tomar café da manhã como um rei”, acrescentou.
Um bom café da manhã é geralmente composto de produtos lácteos , como, leite desnatado ou sem gordura, iogurte e queijo, um carboidrato – pão integral, cereais – e frutas inteiras. Deve ter 15 a 35% do total de calorias ingeridas diariamente.

Os pesquisadores disseram que as pessoas que perdem o café da manhã e têm um jantar atrasado também são mais propensas a ter outros hábitos não saudáveis ​​- como tabagismo e baixos níveis de atividade física.

O Dr. Minicucci disse: “Nossa pesquisa mostra que os dois comportamentos alimentares são independentemente associados a resultados mais desfavoráveis ​​após um ataque cardíaco, mas ter um grupo de maus hábitos só piorará as coisas.

As pessoas que trabalham até tarde podem ser particularmente suscetíveis a um jantar tardio e depois não sentir fome pela manhã.

Publicidade

“Também achamos que processos inflamatórios, o estresse oxidativo e a função endotelial podem estar envolvidos na associação entre comportamentos alimentares não saudáveis ​​e desfechos cardiovasculares”.