Paranaense que Engravidou de Quíntuplos Naturalmente, Foi internada Por Complicação.

By 14/04/2019Diversos
Publicidade

Paranaense que Engravidou de Quíntuplos Naturalmente, Foi internada Por Complicação.

“Estou bem, só me sentindo bem cansada”, conta paranaense grávida de quíntuplos, que ficou internada por conta de uma infecção urinária
A gestante brasileira que foi notícia em todo o país por ter engravidado naturalmente de cinco bebês, precisou ser internada por dois dias. Ela disse que sente forte enjoo, está tratando uma infecção urinária e anemia

Por conta de uma infecção urinária e princípio de anemia, Anieli Kurpel, de 24 anos – que está grávida de quíntuplos – precisou ficar em observação no hospital por dois dias. “Ela estava muito fraca, sentindo enjoos muito fortes e não conseguindo comer muita coisa. Mas na quinta-feira (11) à noite ela recebeu alta e está bem, se alimentando já”, conta o marido, Luis Fernando Araújo, 33. “Estou bem, só me sentindo bem cansada. Estou com uma infecção urinária e um pouco de anemia, o que, segundo os médicos, é normal. Os bebês estão muito bem, fizemos um novo ultrassom neste sábado (13), eles estão muito bem e crescendo”, conta, feliz.

O casal de Chopinzinho – uma pequena cidade de 19 mil habitantes do interior do Paraná – ficou famoso na última semana, depois de receber a surpreendente notícia de que estão esperando cinco bebês. “A notícia se espalhou muito rápido. As pessoas estão curiosas e muitos estão felizes, me desejando sorte para que tudo dê certo”, conta. Apesar da repercussão, ela disse que está tentando focar na saúde dos filhos. “Nesse momento só tenho cabeça pra cuidar da minha gestação. Eu nunca gostei de me expor, então está sendo um pouco difícil”, conta.

DA SUSPEITA DE CISTO À GRAVIDEZ DE CINCO

Sentindo dores e com a menstruação atrasada, Anieli – que já é mãe de Davi, 6, fruto de um relacionamento anterior – logo desconfiou que pudesse estar grávida. Depois de fazer um exame de sangue que confirmou a tão esparada gravidez, o casal decidiu consultar um obstetra. No entanto, durante o primeiro ultrassom veio a triste notícia de que, na verdade, ela estava com um grande cisto no ovário. O especialista teria receitado medicamentos para “descer a menstruação e acalmar as dores”. “Ficamos arrasados. Mas segui a minha intuição e não tomei os remédios, pois meu coração me dizia que eu estava grávida”, conta Anieli.

Publicidade

“Depois de alguns dias, em uma nova consulta, uma médica falou que poderia ser uma gravidez molar e me encaminhou com urgência para um especialista”, conta Anieli. A médica explicou que, caso fosse confirmada a suspeita, ela teria que fazer uma corretagem e, provavelmente, retirar o ovário esquerdo. “Mas fizemos um novo ultrassom e, durante o exame, o médico falou para a enfermeira chamar todo mundo, pois era um fato histórico. Foi quando disse que eu estava esperando cinco bebês e todos estavam muito saudáveis. Depois disso, ele mostrou os batimentos cardíacos de todos os bebês. Para a nossa surpresa, descobrimos que tinham cinco corações batendo dentro de mim”, lembra.

O ginecologista Tiago Wainberg, que fez o exame, disse ao G1 que nunca tinha visto um caso parecido. “É um achado médico, praticamente impossível”, conta. De acordo ele, as estatísticas mostram que as chances de uma gravidez de gêmeos é de 3,4%. Já no caso de Anieli, quase não há estatísticas de gravidez para quíntuplos. “Ela é uma paciente muito especial. Vai ser observada semana após semana. Ela vai sofrer alterações no corpo durante toda a gravidez. Tudo que uma mulher grávida passa, ela vai passar cinco vezes”, afirmou.

APOIO FINANCEIRO

Mas Anieli reconhece que vai precisar de muito apoio. “Vamos precisar de ajuda”, afirma. Desempregada no momento, ela conta que foi demitida recentemente. “Trabalhava em um posto de combustíveis aqui da cidade. Comecei a passar mal, ganhei um atestado de quatro dias e, na volta, comentei com meu chefe que poderia estar grávida. Mesmo assim ele me demitiu”, conta. “Financeiramente, vai ser complicado. Meu marido é representante comercial em uma empresa de alimentos. Eu espero que as pessoas nos ajudem, pois não vai ser fácil comprar coisas para os cinco. A gente mora em um apartamento pequeno e vamos nos mudar, mas nada disso tira o brilho do nosso olhar e o amor que a gente está sentindo”, completa.

Apesar de preocupados, o casal está muito feliz com a notícia dos cinco filhos. “Claro que é tudo novo, e muitas mudanças aconteceram e irão acontecer! Existem muitas preocupações, pois são cinco vidas que temos, mas vamos criar com muito amor. Isso, com certeza, não irá faltar”, finaliza.

Fonte: Crescer

Publicidade

Publicidade