Papinhas caseiras ou industrializadas?

O leite materno, segundo indicação da Organização Mundial da Saúde, deve ser o alimento exclusivo do bebê até por volta dos seis meses de vida. Após esse período e com acompanhamento do pediatra e nutricionista pode ser inserido na alimentação dos bebês, alimentos pastosos e cremosos. Normalmente, os pediatras e nutricionistas recomendam que seja acrescentado aos poucos os alimentos, para que a criança comece a entender o sabor dos alimentos.

Mesmo assim, a vida moderna exige certa praticidade por parte das mães e por isso muitas mães acabam aderindo as papinhas, que pode serem caseiras ou industrializadas. Ter papinhas caseiras salgadas e congeladas é uma alternativa, para a correria de vida. Lembrando que alimentos preparados em casa e congelado também tem prazo de validade, que normalmente é até 3 meses.

Ao preparar o alimento do seu filho, a Organização Mundial da Saúde recomenda que o sal seja introduzido apenas após o primeiro ano de vida da criança. Mas se você é daquelas que acha que vai ficar sem sabor, se enganou. Basta saber preparar! Você pode aproveitar e explorar os sabores dos temperos como: alho, cebola, manjericão, manjerona, alho poró e etc. A criatividade será sua amiga nessa hora!

ATENÇÃO! Na hora de comprar as papinhas prontas, vale a pena olhar nos ingredientes a composição daquela refeição que seu filho vai fazer.

O primeiro alimento citado é sempre o que mais tem no produto. Se o terceiro alimento for sal, quer dizer que aqueles produtos contem bastante sal. Além do que, comparar o valor nutricional dos alimentos com os das papinhas também é bem interessante. Hoje em dia, muitas empresas de papinhas estão surgindo com a ideia de ser mais saudável, menos sódio, home made e até mesmo orgânicas.

 

 

Tenha sempre em mente que a saúde do seu filho está em jogo. Se você colocar um combustível ruim no seu carro, logo ele dará problemas. Da mesma forma funciona nosso corpo. Quanto melhor a alimentação que fizermos, mais qualidade de saúde e longevidade nós teremos e assim nossos filhos.

A introdução alimentar das crianças bem feita é fundamental para evitar problemas como obesidade, diabetes e outros problemas oriundos da má alimentação. Selecione muito bem os alimentos para o seu filho! 🙂

Karin Petermann

Author Karin Petermann

Sou mãe de duas crianças lindas, o Cauê com 7 anos e a Catarina de 2 anos de idade. Sou blogueira há 7 anos e escrevo porque acredito que a maternidade quando compartilhada se torna mais leve e divertida.

More posts by Karin Petermann

Leave a Reply