Pai sabe de assassinato da filha pelas Redes Sociais.

By 05/04/2018Diversos, Filhos, Pai

 

O pai da pequena Bella Edwards, de 3 anos, ficou devastado ao descobrir pelas redes sociais que sua filha tinha sido assassinada.

Bella Edwards, de 3 anos, foi encontrada inconsciente em sua casa em Rockaway Park, na noite do dia 02 de abril.
Ela foi resgatada, mas não resistiu as lesçoes traumáticas no abdômen e a polícia esta investigando o assassinato da menina.

O pai, Kellon Edwards, de 35 anos, descobriu sobre o assassinato por um membro da família que escreveu em um post do facebook. Edwards está revoltado com Shamika Gonzalez a mãe da menina, não ter notificado sobre a morte de Bella.

Edwards e Gonzalez tiveram um relacionamento rápido as alguns meses atrás, e após o nascimento de Bella, eles se separam.
Em entrevista ao New York Post, Edwards disse:

Eu não ouvi nada de [Gonzalez] até as 7 da manhã de hoje. Ninguém me disse nada e quando ela chegou, ela me disse “desculpe”.

O padrasto de Bella, Mark Jenkins, de 32 anos, foi acusado em envolvimento com o assassinato. Ele ficou encarregado de cuidar de Bella no dia em que ela morreu
Em uma conferência de imprensa, o chefe dos detetives da polícia de Nova York, Robert Boyce, falou sobre como a polícia acredita que Bella havia sido atingida no abdômen por Jenkins:

Nós vimos a criança entrar no prédio às 4:30. Ela parecia estar em algum tipo de sofrimento, é difícil articular.

Nós sentimos que aconteceu em algum momento naquele carro, o ataque a esta menina, esta menina foi atingida pelo abdômen.

Nós estamos investigando, queremos saber o que eles fizeram naquele dia, se viajaram, onde pararam e vamos ver se conseguimos obter vídeo com qualqer tipo de imagem.

É relatado que Bella sangrou até a morte por ferimentos internos e os investigadores agora estão investigando se ela também sofreu algum abuso sexual.
O pai de luto de Bella afirma que ele nunca tinha falado com Jenkins antes, afirmando:

Eu nunca tive uma conversa com ele, o que parece estranho para mim que este homem nunca teve uma conversa com o pai da criança e queria cuidar dela.

Se condenado, Jenkins pode enfrentar uma sentença de prisão de até 25 anos para a vida.

Escrevendo no Facebook, Gonzalez fez o seguinte comentário sobre a morte de sua filha:

Bella, sinto muito por não estar lá para te proteger. Isso parece um pesadelo que eu não consigo acordar.

Você foi amada por todos e compartilhou tantas lembranças engraçadas. Eu vou sentir falta de você quando me beijou e me abraçou todos os dias.

Uma vigília por Bella foi realizada na noite de quarta-feira, 4 de abril, no prédio de Gonzalez. Os participantes foram convidados a trazer balões rosa ou vermelhos para liberar em sua memória, bem como velas.