Pai abandona bebê em RAMPA de rio por estar “cansado de cuidar dele”! Entenda

By 07/03/2019Diversos, Filhos, Pai
Publicidade

 

Este pai deixou seu filho, um bebê de 22 meses, em uma rampa próximo a um rio, e nunca mais o viu.

O pai um viciado em drogas abandonou seu filho em uma rampa de barco ao Sul de Brisbane, na Austráila, em maio de 2007, ao anoitecer, porque ele disse que estava cansado de cuidar dele.
O corpo da criança nunca foi encontrado, mas a Suprema Corte, acredita que o bebê tenha morrido afogado.

A mãe do bebê, Dina Collen Bond também foi sentenciada, a três anos de prisão,por ser homicídio culposo, porque encobriu o crime.Ela recebeu libertação da custódia, por ter cumprido quase dois anos de prisão.

A mãe, Dina Collenn Bond, somente relataram para a polícia que o filho estava desaparecido em 2015. E em 2016 Shane admitiu para a polícia que abandonou o pequeno no parque.

Na sentença o juiz Peter Applegarth, chamou o crime de “negligência grosseira”. Ter abandonado tão insensivelmente a um perigo tão grande, e ir embora.

“Você teve tempo suficiente para refletir sobre suas ações e o alto risco de que Baden morresse antes que alguém o encontrasse.”, disse o juiz.

Publicidade

Justice Applegarth chamou o abandono de “planejado”, acrescentando que não havia nenhuma sugestão de que Simpson estivesse drogado no momento em que deixou seu filho.Ele poderia ter abandonado o filho, em um lugar seguro, como um hospital ou uma escola. “Praticamente ele o convidou para um trágico fim de sua vida”.

Durante o julgamento, o pai contou detalhes sobre o dia em que abandonou o filho na rampa. “Ele disse que estava muito cansado de cuidar do filho e que sequer olhou pra trás quando abandonou o bebê. Ele também relatou que o pai achava que alguém iria encontrar o menino e cuidar dele. Ele abraçou o filho, disse que sentia muito e então foi embora”, contou o promotor Danny Boyle em entrevista ao portal australiano News. O caso segue em julgamento.

Publicidade

Publicidade