“NUNCA USEI 1 FRALDA NO MEU BEBÊ E NEM PRETENDO USAR”, DIZ MÃE

By 29/09/2017Diversos, Filhos

A mãe de Cindy Lever está utilizando o método de higiene natural em sua bebê e nos conta como é sua experiência.

Higiene natural ou comunicação de eliminação é um método que está ficando cada vez mais conhecido no mundo. Ele consiste em não colocar fraldas em bebês, ao invés disso, incentivar os pais e cuidadores a perceberem os sinais que o bebê dá quando está com vontade de fazer xixi ou cocô.

A australiana Cindy Lever é mãe da pequena Chloe e decidiu adotar este método desde o nascimento da pequena. Ela concedeu um depoimento a portal Kidspot contando como vou sua experiência, veja o que ela disse:

“Eu estou no banheiro de um café com meu marido. Meu bebê está fazendo cocô no banheiro e meu pobre marido está tentando limpar o que não entrou dentro da privada, já que tivemos um cocô bem explosivo, digamos assim.

Tudo isso faz parte da higiene natural, que nós temos aplicado no nosso bebê desde o seu nascimento. É divertido e eu gosto deste método porque nos permite ter uma conexão ainda mais profunda com nosso bebê.

Quando eu falei pela primeira vez para o meu marido que queria tentar o método de higiene natural, ele deve ter achado que eu estava louca. Mas tudo mudou quando ele me viu segurar nossa bebê na pia algumas vezes e então começou a fazer também. Agora ele ama o método.

A higiene natural é praticada por muitos povos ao redor do mundo. Infelizmente, no ocidente está pratica se perdeu. Bebês não são tão diferentes de adultos e naturalmente não querem fazer cocô em uma fralda.

Usar uma fralda é algo que os bebês se adaptam quando suas necessidades fisiológicas não são ouvidas ou compreendidas pelos pais.

Muitas pessoas acham que este método é muito difícil ou não acham que o bebê consegue de fato comunicar quando quer fazer cocô ou xixi. Contudo, assim como os bebês conseguem nos comunicar quando estão cansados, com fome, entre outros, eles também são capazes de avisar quando querem fazer xixi ou cocô, basta termos um pouco mais de paciência.

Para saber quando minha bebê precisa fazer xixi ou cocô eu uso uma combinação de senso comum, instinto, tempo e também a capacidade de ouvir a minha bebê. Mas é claro que algumas vezes eu não consigo perceber os sinais e então temos acidentes.

Os sinais que minha bebê dá de que quer fazer cocô ou xixi podem ser alguns gritinhos, que se tornam mais intensos caso eu não a atenda.  Com o passar do tempo, também é possível perceber quando seu bebê quer ir ao banheiro de acordo com a rotina dele. Com a Chloe, por exemplo, ela faz muito xixi pela manhã. Às vezes eu penso comigo mesma: “Nossa, não é possível que você queira fazer xixi de novo! Acabamos de ir!”.

 

Como começar:

A melhor maneira de começar é tentar levar seu bebê ao banheiro logo quando ele acordar de uma soneca. Muitos de nós precisamos ir ao banheiro quando estamos acordando de uma soneca, e com os bebês isso não muda. Outro momento bom para levar os pequenos ao banheiro é após a alimentação.

Durante a noite, os bebês costumam se contorcer um pouco quando querem ir ao banheiro. Então pegue seu filho e leve-o a pia e depois que ele fizer suas necessidades, coloque-o de volta para dormir ou o amamente.

Na hora de colocar seu filho para fazer xixi, tente colocar na pia, assim ficarão de frente ao espelho. Faça sons quando ele começar a urinar, assim, ele começa a associar tais sons com a hora de ir ao banheiro.

Quando não perceber que sua bebê fez xixi ou cocô, use outros sons para que ela possa associá-los com os sons de suas ações.

Inicialmente pode dar trabalho, nunca se esqueça de levar paninhos quando for sair.