Não obrigue o bebê a ir com pessoas que ele se recusa, pais precisam entender os sinais

By 04/12/2017Diversos, Filhos

Respeite em parte, a vontade do seu filho

Pais, avós tios e outros familiares próximos a um bebê, provavelmente notaram, que por mais simpática que seja a criança, ao ponto de ficar no colo de quem estende as mãos para pegá-la no colo, com algumas poucas pessoas o comportamento é outro.

Pode ser que a pessoa em questão seja um amigo antigo, vizinho ou até um familiar, mas é preciso entender que o fato dos pais se sentirem bem na presença da pessoa, não significa que a criança tenha que ir com ela.

Ao obrigar o filho, entregando a pessoa que solicita pegar a criança para fazer mimos, o bebê pode se sentir desamparado, uma sensação que não é a ideal para a formação.

Outra atenção que os pais devem ter é se não estão sinalizando para o filho que não estão de pleno acordo em permitir que exatamente essa pessoa se aproxime do bebê que está reagindo por intuição.

O que os pais podem fazer para evitar constrangimento?

Caso não seja nada disso, o melhor a fazer é proceder naturalmente, entregando aos poucos sem ação brusca.