Naldo agrediu Moranguinho, e Juíza toma decisão sobre a filha deles

Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, procurou a polícia no último sábado(2) para resgitrar agressões por parte do marido conta ela.

O cantor Naldo Banny foi preso no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (6), após denuncias de agressões. A polícia Civil conseguiu um mandato de busca e apreensão e encontrou em sua casa uma pistola calibre 7,65 sem registro e munição na casa do cantor. Naldo foi preso, mas foi liberado na mesma tarde após pagar fiança.

Mulher moranguinho acusa o marido de agressão com socos, tapas, potapés e puxões com discussões por ciúmes.

A magistrada determinou que Naldo fique afastado do lar conjugal ou domicilio de convivência, ficando autorizado a retirar seus pertences pessoais do local.

O casal tem uma filha, maria Victória, de 2 anos e 9 meses. E na decisão a juíza, ressalva que, mesmo com a medida o cantor tem direito de vistar a filha.

A delegada Viviane Costa da delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM) de Jacarepaguá relatou que o registro de Ellen foi por agressões.

Diante destas acusações, a juíza Ana Paula Delduque Migueis Laviola de Freitas, do 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá, determinou, com base na Lei Maria da Penha, que o artista fique afastado da mulher, de seus familiares e testemunhas do caso, mantendo distância mínima de 100 metros. Ele também foi proibido de ter qualquer contato com Ellen por quaisquer meios de comunicação, inclusive a internet.

A delegada Viviane Costa da Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM) de Jacarepaguá contou como foi o registro das agressões feitas por Ellen. “A esposa dele veio na delegacia e comunicou ter sido vítima de lesão, injúria e ameaça, e verificamos a possibilidade dele ter uma arma não registrada. No mandado de busca, constatamos que ele tinha uma pistola em casa sem registro. Ele foi preso em casa e não esperava. Foi uma discussão por ciúmes em que ele acabou por agredi-la”, explicou a delegada em entrevista ao jornal Extra.