Menino de 2 anos luta pela Vida, após se engasgar com pipoca, Mãe faz ALERTA! Veja

By 06/03/2019Diversos, Filhos, Mãe, Saúde
Publicidade

 

A mãe do menino fez um alerta nas redes sociais, sobre o risco dos pequenos comerem pipocas. Entenda:

Uma mãe do Colorado, nos estados Unidos, levou até as redes sociais o caso, para alertar os pais, sobre os perigos de crianças pequenas comerem pipocas.

Nicole Johnson Goddard, a mãe do pequeno Nash estava em casa curtindo uma noite em com sua família, assistindo filmes e comendo pipoca quando seu filho mais novo começou a engasgar-se.
“Eu pensei duas vezes antes de dar a pipoca para Nash”, disse a mãe no post no facebook.”Nash teve um pequeno episódio de sufocamento, mas estava bem. Não vimos nada sair por isso acreditamos que ele tinha engolido a pipoca. Ela estava muito bem e continuou a assistir o filme”, completou a mãe.

No dia seguinte, a mãe, notou que o menino estava com uma tosse, mas imaginou que seria por pegar algum frio no dia anterior ao retornar da escola. Mais um dia passou e mãe viu que o filho não estava bem, ele estava muito quente.

Depois de dar um pouco de medicação para a febre e colocá-lo na cama, goddard notou que a respiração do menino tornou-se difícil então ela ligou para o pediatra. Sentindo que algo estava errado, a mãe levou o pequeno Nash para o hospital, onde fez um raio-X no peito. Os médicos foram informados de que Nash tinha aspirado pipoca em seus pulmões quando ele engasgou.

Nash precisou passar por uma cirurgia e foi removido 6 pedaços de pipocas do seu pulmão.

” O corpo reconheceu-o como um objeto estranho e colocou os pus em volta, e a inflamação fez ele desenvolvesse uma pneumonia”. Contou a mãe.Havia tanta inflamação que o médico precisou repetir o procedimento em 2 dias. Foi uma montanha Russa mas estávamos em boas mãos”, contou a mãe.

Publicidade

O segundo procedimento foi um sucesso, e os médicos foram capazes de remover mais um pedaço de pipoca dos seus pulmões.
“Estamos muito agradecidos, porque tudo deu certo, e nosso menino esta bem”, escreveu a mãe. Tudo isso aconteceu por ele ter comido pipoca, que é um alimento regular em nossa casa”, disse a mãe.

Goddard contou que os médicos disseram que pipoca não pode ser dada a nenhuma criança menor de cinco anos, mas ela admite que como uma de três filhos, deveria ter levado mais a sério, mas que agora ela iria tomar mais atenção, como ela fez com os outros filhos.

Embora consciente do seu erro, Goddard contou que queria compartilhar a sua história para ajudar outros pais, que podem não estar conscientes do perigo de dar pipocas para crianças menores de cinco anos. O post foi mais de 110 mil compartilhamentos, onde os pais passam a mensagem para outros pais.

” Eu contou minha história para abrir os olhos dos pais, para que possam ver que algo bom, pode se transformar em uma coisa muito ruim”, ela explicou, adicionando palavras de encorajamento a outros pais, “Sempre confiem no instinto porque é o certo”

Publicidade

Publicidade