Mãe faz última surpresa aos filhos antes de perder a luta para câncer

By 02/12/2017Diversos, Filhos, Mãe

 

“Mesmo sofrendo muito com a doença, ainda sim, ele encontrou para ajudar e apoiar outras pessoas que sofriam com a mesma doença.”

Jenna foi diagnosticada com o tumor no cérebro quando era adolescente e passou por quatro cirurgias, além de várias sessões de quimioterapia e radioterapia. A família fazia exames regularmente e os últimos check-ups revelaram que a mulher estava saudável. No entanto, o câncer voltou de maneira bastante agressiva em 2016. “As crianças estão sendo ótimas. Eles que estão cuidando de mim e garantindo que eu esteja bem. Eles sentem tanto a falta dela“, contou Kevin.

Em um último ato de bondade, Jenna Ritchie programou o “dia perfeito” para os filhos Reegan e Ronnie, assim como para o marido e pai das crianças, Kevin Ritchie. A mulher, que tinha apenas 30 anos de idade quando perdeu a batalha para um câncer no cérebro, organizou o momento secretamente. A programação? Tratamento VIP para o trio em uma partida de futebol do West Bromwich Albion contra o Tottenham.

Após a surpresa, Kevin revelou que o presente surpresa de Jenna é um sinal de sua personalidade — e a maneira perfeita de dizer adeus. A mulher morreu apenas um dia antes do presente e a família manteve seu último desejo de aproveitar o dia: “Essa é a Jenna. Não importa o quão doente ela estivesse, ela estava sempre pensando em mim e nas crianças. Ela sempre colocava os outros na frente dela. Com tudo o que ela estava enfrentando, ela ainda encontrava tempo para ajudar e apoiar outras pessoas sofrendo com a mesma doença“.

“Ela estava muito mal no fim da doença. Ela tinha perdido todo o cabelo e não havia mais nada que os médicos pudessem fazer por ela. Mesmo com tudo isso, ela ainda organizou essa surpresa para nós — ela preparou tudo da cama do hospital. É típico da Jenna. Tão carinhosa, tão atenciosa e uma mãe e esposa muito, muito amorosa. Nós amamos muito ela e sentimos sua falta todos os dias“, o paizão contou ao The Daily Mirror.

A própria Jenna era fã do time West Bromwich Albion. A princípio, a família tinha a intensão de ir ao jogo juntos. Mas, com a deterioração da saúde da mulher, os ingressos para a partida esgotaram antes que eles pudessem organizar a viagem. Jenna então tomou a iniciativa e escreveu uma carta ao time, que respondeu com um plano: eles queriam que os filhos de Jenna fossem os mascotes da partida em não apenas um, mas dois jogos. A mãe não sabia se conseguiria ir ao jogo, mas manteve-se firme na esperança de ver as crianças entrar no gramado. Infelizmente, não foi o que aconteceu.

 

“Eles viram como ela estava mal. Eu os sentei e contei o que iria acontecer. Acho que nada pode te preparar para perder alguém que você ama tanto, mas não foi um choque já que eles sabiam que ela estava doente. Eles sabem que ela está em paz agora“.

Fonte Consultada: Veja São Paulo