Mãe do filho de Felipe Araújo DESABAFA após ir ao Hospital 1 mês DEPOIS do parto e faz ALERTA!

By 11/03/2019Celebridades, Filhos
Publicidade

 

A mãe do Miguel de um mês, filho do seu ex-namorado o cantor Felipe Araújo, desabafa em suas redes sociais sobre um problema que vem passando e faz alerta a outras mamães sobre a MASTITE.

A psicóloga Caroline Marchezi, mãe do filho do Cantor Felipe Araújo, compartilhou em suas redes sociais neste último sábado(09), sobre o problema de saúde que vem enfrentando. Ela precisou ir duas vezes ao hospital porque está sofrendo de mastite em um dos seus seios.

Mastite é uma infecção que geralmente causa dor e desconforto nos peitos. É mais comum entre as mães que estão nas primeiras semanas de amamentação de seus recém-nascidos, mas algumas também podem passar por isso mais tarde. O tratamento precoce dessa infecção é crucial para evitar complicações.

Caroline, falou sobre o tratamento que está fazendo em suas redes sociais:
“Oi gente, pra quem estava perguntando o que eu estava fazendo no hospital…fui diagnosticada com mastite em um dos seios…vamos falar um pouco sobre isso? Há alguns dias eu já venho tratando isso…mas como eu demorei a ir ao médico, pois achava que ia ‘passar’, a minha mastite está na fase de secreção de leite e pus…Ontem o médico teve que drenar essa secreção do meu peito com uma agulha mais grossinha…além disso, o tratamento está sendo com dois antibióticos e um anti-inflamatório”, desabafou ela.
Ela também fez uma alerta as outras mamães:
“Mesmo com muita, mas muita dor…eu continuo amamentando o Miguel, às vezes até chorando. Mas estou tendo que complementar com NAN a noite antes dele dormir. Estou dando meu relato para alertar mulheres a procurarem logo um médico assim que perceberem algo diferente e não esperar muito como eu fiz”.

Publicidade

Ela falou sobre uma foto que o pai do Miguel, o cantor Felipe Araújo, após postar uma imagem dando mamadeira ao fofo Miguel.
“O meu relato serve também para aquelas mulheres (muitas até já são mães), das quais ao verem um bebê com mamadeira, destilam julgamentos como ‘essa criança não tem mãe para amamentar?’, ‘que absurdo, tão novinho na mamadeira’, ‘hoje em dia as mães não querem amamentar’, entre outros. Empatia. Essa é a palavra. Você nunca sabe o que se passa. E obrigada a todas as mamães que me acompanham e mandam mensagens lindas”.conclui Caroline

Veja o momento no hospital a seguir:

Publicidade

Publicidade