Fotógrafa cai no Lago Paranoá Buscando Angulo Perfeito em Book de Casamento. Veja o Vídeo

By 07/04/2019Diversos
Publicidade

Fotógrafa cai no Lago Paranoá Buscando Angulo Perfeito em Book de Casamento
Na busca do ângulo perfeito, Lara Abreu caiu do deck e foi salva pelo noivo. Com bom humor, ela conta o que passou pela cabeça: ‘Não é possível que isso esteja acontecendo’.

Na busca do ângulo perfeito durante um pedido de casamento à beira do Lago Paranoá, uma fotógrafa de Brasília acabou virando destaque. Por um deslize, pisou em falso e caiu na água (veja vídeo). Ao G1, a jovem Lara Abreu, de 17 anos, diz que manteve o bom humor e conta o que passou pela cabeça dela na hora: “Não é possível que isso esteja acontecendo”.

“A gente sabe que o perigo estava ao lado, mas nunca pensei que eu seria atrapalhada ao ponto de isso realmente acontecer.”
A situação ocorreu no sábado (6). Ela foi indicada para fazer o ensaio fotográfico por uma amiga, que conhece os noivos Rodrigo e Thais. A missão era registrar o momento enquanto o futuro marido fizesse o pedido.

“Era tudo surpresa. Daí ele começou a ler uma carta que havia escrito, enquanto eu tirava as fotos. Foi aí que eu fui chegando cada vez mais para trás e quando vi já não tinha mais chão”, relembra Lara.

“Quebrou o clima na hora, estava tudo tão lindo. Eu fiquei super sem graça e me desculpei horrores.”
Na hora, o noivo pulou na água para ajudar a puxá-la de volta. “Logo depois, ele saiu do lago, os dois sentaram no deck e ele voltou a ler a carta para ela. Tudo deu certo. O pedido foi aceito”, comemora.

O mergulho inesperado não foi sem consequências. A fotógrafa machucou a canela, que ficou inchada por conta da batida.

Também houve o prejuízo material. “A câmera, infelizmente, estragou. Perdi todo meu dinheiro investido. Meus equipamentos são em torno de R$ 3,2 mil. E ainda caí com o celular da minha amiga, de R$ 1 mil”, relata.

“Os noivos ficaram superpreocupados comigo e com meus equipamentos. Acho que não ficaram com raiva, não.”
No momento do pedido de casamento, havia três amigas da noiva acompanhando. Foi uma delas quem registrou a queda. Na trilha sonora, por acaso, a música era “Photograph”, de Ed Sheran. “Levei super na brincadeira, mas com certeza estarei mais atenta, se até lá eu tiver novos equipamentos”, afirma a jovem.

Publicidade

Fotografia
Lara Abreu mora em Planaltina, a cerca de 40 quilômetros do centro da capital federal. Ela sabe nadar, está no terceiro ano do ensino médio e trabalha como fotógrafa remunerada desde os 15 anos.

“Artes para mim são uma paixão, o que envolve a fotografia. Qualquer tipo de fotografia, estou dentro. Mas tenho preferência por retratos femininos.”

Apesar do susto, ela cumpriu o trabalho e recebeu os R$ 200 de cachê. “Consegui recuperar as poucas fotos que eu tinha tirado [no dia da queda]. Agora vou editar e mandar as que consegui.”

 

 

 

Publicidade

 

Publicidade