ESTUDO COMPROVA: SONO DOS PAIS SÓ VOLTA AO NORMAL DEPOIS QUE O BEBÊ CHEGA AOS 6 ANOS

By 22/03/2019Diversos, Filhos, Mãe, Pai
Publicidade

 

O estudo ainda comprovou que os três primeiros meses as mães dormem 1 hora a menos que antes do parto.

Quem é pai ou mãe, sabe que um bebê muda toda a rotina da casa. Por mais que o bebê de um mês durma de 16 a 18 horas, os pais passam longe disso. Muitos acreditam que logo irá passar, que o bebê vai ficar maior e o sono vai se restabelecer, mas longe disso, o estudo inglês comprovou que o sono dos pais só se recupera depois que o filho completar 6 anos.

Quem tem filhos sabe, que a rotina da casa muda totalmente em função do bebê. Isso não é novidade. Mas o que muitos não sabiam que o impacto que a nova vida causa no sono dos dois chega demorar 6 anos para se normalizar.
O estudo realizado pela Universidade de Warwick, na Inglaterra, por um grupo de cinco cientistas de três paises, teve como objetivo verificar a qualidade e duração do sono durante os primeiros 6 anos de vida da criança em comparação ao período pré-gravidez e os fatores que interferem nisso. Eles analisaram o sono de 2.541 mães e 2.188 pais.

Publicidade

O estudo foi publicado mo Sleep, da Sleep Rsearch Society.A pesquisa ainda descobriu que os três primeiros meses de vida do bebê são os piores para o sono dos dois. Para as mães fica ainda pior, elas dormem pelo menos, 1 hora a menos o que antes de o bebê nascer., os pais diminuem em torno de 15 minutos do seu sono normal. Depois de passarem 6 anos da chegada do bebê, as mães dormem 20 minutos a menos, e os pais continuam perdendo os mesmo 15 minutos de sono. O estudo comprova que a mãe é a mais prejudicada pela chegada do bebê.

Somente depois de seis anos da chegada do seu filho, que os pais conseguem normalizar o sono, voltando a mesma qualidade de vida anterior ao nascimento do bebê.

Publicidade

O estudo também mostrou que os papais de primeira viagem, são os tem mais o sono afetado, dos que já tiveram outros filhos. Durante o primeiro semestre do bebê a amamentação é a principal causa das mães dormirem menos os pais.