Dicas sobre amamentação

By 29/05/2017Mãe

O aleitamento materno ajuda a evitar a morte de muitas crianças, pois ele vai proteger de diversas doenças infecciosas como diarreia, pneumonia, dores de ouvido. A amamentação vai proteger a criança também a longo prazo, ditas como doenças de adultos como pressão alta, colesterol, doenças cardíacas e até mesmo de diabetes. A prevenção das doenças se dá também pela alimentação saudável que vai ser oferecida para a criança quando ela começar a ingerir alimentos sólidos.

O leite humano é gratuito, preparado de acordo com as necessidades do bebê e também mais prático, pois aonde a mãe estiver conseguirá alimentar seu filho e saciar sua fome. Contudo, o aleitamento materno também oferece benefícios para a mãe como a diminuição do risco do câncer de mama e de ovário, ajuda a diminuir o sangramento e consequentemente ajuda a prevenir a anemia.

A amamentação exclusiva deveria ser feita pelo menos nos primeiros seis meses de vida. Infelizmente isso não é a realidade para muitas, pois a maioria das mulheres tem necessidade de voltar a trabalhar. O importante é que o aleitamento materno dê continuidade. Não fique triste se você não consegue amamentar exclusivo, porém continue oferecendo o seu leite para o bebê quando estiver com ele, pois é importante para a saúde física e emocional do bebê.

Durante a amamentação do seu filho, é importante você variar na sua alimentação. A inclusão de peixes como a sardinha e atum, pelo menos três vezes na semana, é bem interessante pois são fontes de ômega 3, uma gordura saudável para a mamãe e para o bebê. Nada de dietas restritivas nesse período. A mamãe precisa de cerca de 500 gramas a mais do que o comeria normalmente, o equivalente a um copo de leite, um sanduíche mais uma fruta.

Para prevenir as fissuras na mama a primeira a segunda recomendação é a preparação durante a gravidez. Tomar banho de sol no peito, cerca de 15 minutos diários irá fortalecer a pele. Quando o bebê nascer a melhor solução para evitar que as fissuras apareçam é fazer com que o bebê aprenda a pegar corretamente o peito da mãe. O bebê precisa abocanhar a maior parte da auréola e não apenas o bico do peito. Pois é o estimulo da auréola que irá fazer com que maior quantidade de leite seja pressionada a sair para alimentá-lo.

Porém, caso você já tem fissuras mamilares, o ideal é passar o próprio leite materno e deixar secar naturalmente. Evite o uso de conchas e absorventes, eles só irão piorar a situação. Os banhos de sol para as rachaduras, continua valendo.

Karin Petermann

Author Karin Petermann

Sou mãe de duas crianças lindas, o Cauê com 7 anos e a Catarina de 2 anos de idade. Sou blogueira há 7 anos e escrevo porque acredito que a maternidade quando compartilhada se torna mais leve e divertida.

More posts by Karin Petermann

Join the discussion One Comment

Leave a Reply