Descobriram grávida do tempo medieval que deu à luz no túmulo! Veja:

By 28/03/2018Diversos, Gravidez

 

Um grávida da Idade Média, foi encontrada na itália, os restos mortais, e que deu à luz depois de ter morrido.

Os detalhes foram publicados na revista World Neurosurgery, os pesquisadores identificaram com nascimento no caixão. Isto ocorre quando o embrião de uma grávida falecida é expulso do corpo da mãe no túmulo.Também conhecido como extrusão fetal após a morte, ocorre quando aumenta a pressão de gás dentro do corpo em decomposição.

Os cientistas da Universidade de Ferrara e Bolonha da Itália, descobriram estes esqueleto em 2010, na cidade de Imola, Bolonha. Acredita que estes restos mortais sejam de 600 a 700 a.C

A mulher foi encontrada com o embrião entre as pernas. Devido à posição dos ossos, os pesquisadores concluíram se tratar de um caso de nascimento no caixão. A cabeça do embrião e a parte superior do corpo foram encontradas fora da cavidade pélvica da mulher, enquanto as pernas do bebê ficaram dentro. De acordo com os cientistas, há chances de corresponder a um nascimento parcial de uma gravidez de 38 semanas.

Como trepanação era usada para tratar pré-eclâmpsia — alta pressão arterial ligada à gravidez, os cientistas supõem que pode ter sido o caso da gestante.

Ela teria vivido somente uma semana depois da operação e foi sepultada ainda grávida, dando à luz durante decomposição do corpo.

 

Fonte: jornal do Brasil