COMOÇÃO: Menino de 4 anos conforta o irmão com câncer terminal

By 12/01/2018Diversos, Filhos

“Kuya está aqui. Vai ficar tudo bem”, disse o menino no momento em que a imagem foi tirada

O pequeno Thomas Blanksby, de 11 meses, foi diagnosticado com um tumor rabdóide maligno. A descoberta foi por meio de um caroço no abdomen e manchas na pele.A descoberta foi feita por meio de um caroço no abdômen e manchinhas pelo braço. Porém, o a doença foi se espalhando para a pele, pulmões e ossos do quadril, deixando o bebê em uma condição terminal. A taxa de sobrevivência é menor que 30%.

A troca de olhares enquanto se deitam lado a lado no sofá da sala, mostra um de um momento inexplicável entre irmãos. Esta foto vem emocionando a todos nas redes sociais devido a triste história dessa família.

Com apenas seis semanas de vida, o pequeno Thomas Blanksby, de 11 meses, foi diagnosticado com um tumor rabdóide maligno. A descoberta foi feita por meio de um caroço no abdômen e manchinhas pelo braço. Porém, o a doença foi se espalhando para a pele, pulmões e ossos do quadril, deixando o bebê em uma condição terminal. A taxa de sobrevivência é menor que 30%.

Apesar de não saber da situação do caçula, o primogênito Kuya, de 4 anos, tem ajudado e aproveitado todos os momentos com o irmão. Recentemente, a mãe dos meninos Sheryl Blansky compartilhou uma imagem de um momento inusitado entre eles.

Ao notar um silêncio incomum para a casa, Sheryl rapidamente desconfiou que Kuya estivesse aprontando. Por isso, preparou a câmera do celular para flagrá-lo a qualquer momento, mas acabou encontrando uma cena emocionante.

“Eu estava me preparando no banheiro e meu marido estava na cozinha. As crianças estavam quietas, principalmente o maior. E você sabe o que quer dizer quando as crianças estão assim? Fui silenciosamente com a minha câmera pronta para registrar o que quer que eles estejam fazendo. Eu estava esperando ver meu bebê coberto em Nutella ou algo do tipo, mas vi isso. Meu filho mais velho sussurrando para seu irmãozinho pequeno: Kuya está aqui. Vai ficar tudo bem”, disse a mãe na legenda da foto.
Os pais do bebê buscam aproveitar o máximo do tempo registrá-lo e admirá-lo. “É uma dor imensa saber que vai perder alguém que você ama tanto. Enquanto família, temos tentado lidar da melhor maneira possível, mas tem sido muito difícil”, disseram ao DailyMail.