Bebês em gestação respondem mais do que o esperado as caricias da Mãe na barriga

By 28/04/2019Diversos
Publicidade

Bebês em gestação respondem mais do que o esperado para acariciar na barriga
Todas as Grávidas gostam de acariciar as suas barrigas!. Você sabia que o bebê gosta e responde mais do que o esperado? Aqui os resultados da pesquisa mais recente.

Resultados de pesquisas anteriores descobriram que os bebês respondem a estímulos de vozes e música que podem ser ouvidos desde o ventre, demonstrando que mesmo antes do nascimento, estão ouvindo cada palavra que dizemos.

Mas um novo estudo revelou que os bebês também respondem ao toque enquanto ainda estão no útero de sua mãe de uma maneira muito particular.

A resposta do feto ao acariciar a barriga

O estudo, que foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Dundee, no Reino Unido, envolveu 23 mulheres grávidas cujos bebês estavam entre 21 e 33 semanas de gravidez.

As mulheres foram convidadas a realizar três atividades: conversar com seus bebês, acariciar suas barrigas e não fazer nada. Para a atividade de voz, as mães foram orientadas a ler uma história em voz alta. Para a atividade tátil do outro grupo de mulheres, elas foram instruídas a esfregar e acariciar suavemente suas barrigas. E para a atividade de controle, as mães só precisavam colocar as mãos para os lados, sem fazer nada.

Publicidade

A investigação revelou que os fetos responderam mais durante a atividade que envolvia contato. Os fetos de idade gestacional mais velha responderam ainda mais que os mais jovens; embora os bebês mais jovens respondessem aos estímulos em um estágio muito anterior da gestação do que o previamente documentado.

Bebês mais velhos também se mechem mais  se tocado, eles mechem muito as mãos, o corpo e fez movimentos com a boca tudo no momento em que suas mães acariciam a área abdominal.

Carícias abdominais: um poderoso estímulo para o feto

Os pesquisadores concluíram que “os resultados gerais sugerem que tocar o abdome materno foi um poderoso estímulo, produzindo uma série de respostas inesperadas do comportamento fetal”.

Os fetos mostram mais movimentos nos braços, cabeça e boca, quando a mãe toca a barriga do que quando ela fala com o bebê .

 

Publicidade
Publicidade