Bebê Sufocado foi Salvo pelos Bombeiros

By 15/05/2018Diversos, Filhos, Mãe, Pai, Saúde
Soldado Onireves salvou o menino de morrer no dia das mães

Os Bombeiros salvam bebê em Olinda, por meio de orientação telefônica.
Heitor de sete meses, havia sufocado durante o banho. Sua tia ligou para os Bombeiros e conseguiu evitar uma tragédia em pleno Dia das Mães.

No Dia das Mães, o Corpo de Bombeiros de Pernambuco conseguiu evitar uma tragedia horrível. O bombeiro Soldado Onireves Timóteo da Silva conseguiu via atendimento telefônico reverter o sufocamento de um bebê de sete meses. Heitor, o bebê, já estava cianótico e quase desacordado. “Foi um milagre. Graças aos bombeiros, deu tudo certo”, fala emocionada a tia de Heitor a jovem Vitória Alves de Freitas de apenas 17 anos. Ela foi quem realizou as manobras ensinadas via telefonema.

Tudo aconteceu por volta das 10h da manhã deste domingo, no bairro de Águas Compridas, em Olinda. A mãe de Heitor, Maria, de somente 15 anos, estava dando banho no bebê. Maria colocou a banheira encima da mesa da cozinha e ensaboou o corpo e o rosto do filho. “Ela não percebeu que ele estava com muito catarro, e na hora em que foi jogar água, Heitor levantou a cabeça de repente e o líquido entrou pelo nariz” descreve a tia Vitória.

O bebê sufocou, não conseguia mais respirar, e entraram em desespero todos, mãe e a avó.  Mais graças a Deus, Vitória resolveu ligar para o Corpo de Bombeiros e recebeu instruções do soldado Onireves Timóteo da Silva. “Me falaram para colocar Heitor de cabeça para baixo e dar cinco tapas nas costas dele. Em seguida, deitei ele de bruços e ele começou a cuspir líquido”, lembra Vitoria.

Soldado Onireves salvou o menino de morrer no dia das mães

Soldado Onireves salvou o menino de morrer no dia das mães

Rapidez e Calma foram indispensáveis.

“Além de orientar por telefone, eles mandaram uma viatura lá para casa. Não levou nem quinze minutos. De lá, minha mãe, a avó de Heitor, foi com eles para a UPA da PE-15, onde Heitor já chegou melhor e teve alta em pouco tempo”, destacou Vitoria.

Vitória falou muito da importância de manter a calma nas situações de urgência. “Eu podia ter perdido meu sobrinho, e ia ser o Dia das Mães mais triste de todos. Mas, graças a Deus, consegui salvar a vida dele, e só tenho a agradecer ao Corpo de Bombeiros pelo livramento” disse feliz Vitoria.